21 de outubro de 2014

4 de março de 2014

"Uma coisa que eu aprendi nesse acampamento é que Satanás não desiste. Não importa se você acabou de deixar um pecado ou deixou de cair em tal tentação, isso não é o fim ainda. Por isso que todos os dias são lutas, são novas tentações. Eu estava tão segura de mim e que nada mais podia me atacar a ponto de me sentir superior aos outros. Pobre errante sou eu, tão egoísta!
Vim para o acampamento e me senti totalmente errada com os sermões sobre remanescente. Passei meus 16 anos adorando errado? Fiquei confusa, nada mais fez sentido. Os 3 dias que se seguiram foram os piores de todos. Eu sorria para todo mundo mas senti o pior vazio dentro de mim. Tentei ler a bíblia e não conseguia respostas. Clamei a Deus, chorei e me prostrei. A angústia tomou conta do meu coração e comecei a me perguntar o porque de tudo isso. Eu estava tão bem com Deus e de repente sinto uma falta de fé, sinto que Ele se esqueceu de mim... Por que Ele não me responde mais? Por que Ele não me manda um sinal? Eu perdi meu farol, minha luz, meu alvo... Agora estou perdida em alto mar a procura do caminho. Fui idiota de me achar auto-suficiente para fugir das garras de Satanás sozinha. Quem sou eu então? Tão inútil e pecadora, tão fraca... Não consigo ver Deus falando comigo, não consigo ver sentido nessa vida passageira. Vou continuar tentando achar o caminho, vou de olhos vendados nessa escuridão profunda que é o eu. Vou procurar sem cessar pois quero que o Espírito Santo nasça em mim, vou navegar pelo conhecido e o desconhecido, pelo seguro e pelo perigoso. Vou procurar onde quer que seja, mas preciso preencher esse vazio."

Contexto: acampamento de carnaval da igreja
#altasreflexões

Nenhum comentário:

Postar um comentário