28 de abril de 2016

Teses sobre o xixi ideal


Para ser boa, preciso ser diferente, original 
Eu não me achava boa em nada. 
A mesmo em escrever, pois nem mesmo minhas mãos posso sentir que são úteis quando meus ouvidos estão desprovidos de música. 
Eu dependo da música para ser boa em escrever. 
Acho que se dependo estritamente de algo ou alguém para me considerar boa, então o que há de bom é a música, a minha fonte 
Eu seria apenas xixi dela. 
O xixi passa por um processo, grave bem o quanto o processo é importante. 
Então cópia fiel o xixi não pode ser. 
Eu posso me achar boa em ser xixi, mas ser xixi não é ser bom em algo. 
Ser xixi é ser o seu jeito de ser algo. 
Pois ser você é parte do processo. 
Agora estou idealizando o ‘ser bom’ como ser exclusivo ou mesmo saber de algo exclusivo. 
Seria o suco ingerido que, após o Processo, gera vários xixis. 
Bem, sou boa em idealizar como a Juli. Sou boa em ser Juli, afinal, quem mais é Juli aqui? 
Ser Juli é ser o suco, mas só no meu caso. Só o Eu Suco. 
Se alguém tentar ser o suco que sou, essa pessoa será o meu xixi. 
Ser eu é algo que ninguém mais será, então serei boa em ser eu como só eu posso ser. 
Ser autêntico –ser bom em algo- é ter a capacidade de fazer o próprio xixi. 
A verdade é que o Grande Ideal, na sua essência, é descobrir quem você é e ser exclusivamente bom naquilo.  
Essa é a resposta para uma vida autêntica: ser o próprio suco 
Porque nascemos sendo xixis do que aprendemos, mas somente nós vivemos o que vivemos, então cada um se torna o próprio Suco. 
Se você é próprio Suco, pode descobrir maneiras autênticas de ser xixi. 
Ser um xixi autêntico não é criar, mas inovar. 
O problema da pós-modernidade é que as pessoas nem mesmo xixi procuram ser. 
As pessoas se tornaram reprodutores baratos de suco. 
(ou seja, elas não entendem nada e fingem que entendem) 
E o caminho para o Grande Ideal, é o processo. 
é a busca do processo 
Descobro que sou boa em procurar no que sou boa. 
E isso faz parte do ser Juli. 
Sou boa em ser Juli. 
...

Só me demoro pensando se o Juli que acredito ser é um Juli germinado e moldado pelo próprio ser, ou se o Juli que sou é um Juli fruto de algo. Um Julie não-exclusivo. 
Sou boa em procurar respostas, 
Mas sou melhor em me perder no caminho para elas...

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário